• 14/08/2022 11:10 PM

Voz no Deserto

Conhecendo a Palavra de Deus aplicada aos últimos tempos

Como é o mundo espiritual?

Byelmar_ricardo

Abr 24, 2022

Texto base: Mateus 18:18

“Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu.”

Introdução:

O mundo espiritual é algo que existe e faz parte de nossas vidas independente de suas crenças ou religião, porém para muitos quando falamos de coisas espirituais parece que estamos falando uma linguagem estranha e pouco conhecida embora muitos tenham crescido dentro das mais diversas igrejas.

A Bíblia mostra que o mundo espiritual é uma parte bem real de nosso mundo. As coisas que acontecem no mundo espiritual afetam nossas vidas porque todos temos espírito. O mundo espiritual é a esfera de ação dos anjos e dos demônios.

Nosso mundo tem três áreas principais: o mundo físico, o mundo da mente e o mundo espiritual. Sabendo ou não, todos nós participamos dessas três dimensões do mundo porque temos corpo, alma e espírito.

A correta compreensão do mundo espiritual não só nos dará uma visão ampliada de mundo como também nos trará uma consciência da íntima relação entre o mundo físico e o mundo espiritual. Não existe relação com Deus sem compreender o mundo espiritual pois Deus é espírito.

Para entender o mundo espiritual é necessário saber que:

1 – O mundo físico e o mundo espiritual estão interligados

“Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu.” Mateus 18:18

Embora o mundo físico tenha sido criado após a existência do mundo espiritual existe uma relação de causa e efeito em tudo que acontece no mundo físico e no mundo espiritual.

No princípio criou Deus o céu e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz; e houve luz.” Gênesis 1:1-3

A relação de causa e consequência entre os mundos físico e espiritual ficam claros quando lemos o texto de Gênesis. Existe uma ordem em que as coisas foram feitas, primeiro Deus criou o céu para depois criar a terra, ou seja, o mundo espiritual é quem comando essa relação entre as duas dimensões. Quando Deus disse que “Haja luz”, houve a luz no mundo (relação de causa e efeito).

Com esse entendimento bem consolidado já podemos concluir que no nosso relacionamento com Deus também há uma relação de causa e efeito. Se somos negligentes e vivemos uma vida longe de Deus haverá consequências em nossa vida por essa escolha tanto no mundo físico quanto no espiritual, o mesmo acontece quando somos verdadeiramente convertidos ao Senhor Jesus e seguimos os seus passos.

Toda a vida vem do espírito de Deus. Ele dá um espírito a cada pessoa e, quando o espírito vai embora, morremos. Quando ficamos separados de Deus, por causa do pecado, nosso espírito sofre, porque precisa de Deus.

Quando nos arrependemos e cremos em Jesus, o Espírito Santo passa a morar dentro de nós, se unindo a nosso espírito (Atos 2:38). Assim, é através do mundo espiritual que encontramos união com Deus e com todos os outros crentes do mundo, que partilham o mesmo Espírito! Não podemos nos esquecer dessa relação de causa e efeito que existe entre o mundo físico e o espiritual pois tudo aquilo que plantamos também vamos colher.

2 – O mundo espiritual é um ambiente de atuação de Anjos e Demônios

“E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos” Apocalipse 12:7

Quando falamos do mundo espiritual além da relação direta de Deus com o homem também há a relação entre os seres que foram criados por Deus antes mesmo da existência do homem. Estamos falando dos Anjos.

Os anjos são espíritos criados por Deus para Seu louvor e para nos ajudar, segundo Suas ordens (Hebreus 1:14). O diabo é um anjo que se rebelou contra Deus, junto com vários outros anjos, que chamamos de demônios.

A Bíblia é repleta de exemplos da manifestação desses seres tanto para ajudar os homens quanto para tentar destruí-los. Precisamos compreender que as batalhas espirituais acontecem o tempo todo e em momentos específicos de nossas vidas elas são mais intensas.

Os anjos atuam de várias maneiras:

Louvam a Deus – estão na presença de Deus e louvam constantemente Sua glória – Salmos 148:1-2

Transmitem mensagens de Deus – “anjo” significa “mensageiro”; a Bíblia relata que Deus enviou anjos para transmitir mensagens importantes a algumas pessoas – Lucas 2:8-11

São guerreiros – os anjos lutam contra os demônios e as forças aliadas ao diabo, ajudando o povo de Deus a resistir aos seus ataques – Apocalipse 12:7-8

Ajudam os salvos – os anjos ajudam a dar força ao crente nas lutas espirituais – Êxodo 23:20; Mateus 18:10

Protegem aos filhos de Deus – conforme a vontade de Deus, são ordenados a guardar e livrar os crentes Salmos 91:11-12

Trazem conforto e consolo – “Anjos cozinheiros?”- Os anjos são espíritos ministradores que executam os propósitos de Deus – Confortaram e alimentaram o profeta Elias (1 Reis 19:5-8), quando estava sendo perseguido pela rainha Jezabel e também a Jesus, depois de um longo período de jejum e tentação no deserto (Mateus 4:11)

Realizam milagres – alguns anjos na Bíblia atuaram milagrosamente para ajudar certas pessoas – Atos dos Apóstolos 12:7-10

Trazem castigo – os anjos obedecem a Deus e executam o julgamento divino – Mateus 13:41-42

Não podemos ignorar o fato de que no mundo espiritual também é um mundo de atuação constante de anjos e demônios. Estamos, como Igreja do Senhor, envolvidos nessas batalhas através de nossas orações e súplicas. Lembrem-se, nossa guerra não é contra a carne ou sangue.

3 – O mundo espiritual pode ser percebido com nossos olhos naturais

“E o servo do homem de Deus se levantou muito cedo e saiu, e eis que um exército tinha cercado a cidade com cavalos e carros; então o seu servo lhe disse: Ai, meu senhor! Que faremos? E ele disse: Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles. E orou Eliseu, e disse: Senhor, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o Senhor abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu.”  2 Reis 6:15-17

Essa passagem de Reis é uma das minhas favoritas, o povo de Israel estava em uma situação realmente crítica onde se via cercada por um exército inimigo. A grande lição desses versos é que Eliseu, o profeta que sucedeu a Elias e que a Bíblia relata que ele tinha unção dobrada em relação a seu antecessor, estava enxergando a situação com olhos espirituais uma situação natural. Seu servo pelo contrário, estava apenas olhando a situação com olhos naturais e não consegui enxergar o mundo espiritual naquela situação.

Eliseu orou e pediu para que Deus pudesse abrir os olhos de seu servo, e assim Deus fez. O servo de Eliseu conseguiu enxergar um exército de anjos que estavam em torno da cidade. Aqui aprendemos que alguns servos de Deus possuem o que chamamos de visão aberta para o mundo espiritual, conseguem enxergar as situações no mundo físico compreendendo o que está por trás daquilo. Aprendemos também que aqueles servos de Deus que não possuem esse dom podem orar e se for a vontade de Deus passará a ter essa visão espiritual. A grande questão aqui é que nem todos os servos de Deus estão preparados espiritualmente para esse tipo de experiência e isso se dá por diversas razões, a denominação no qual a pessoa pertence não incentiva esse tipo de coisa, a própria pessoa que tem uma visão racional sobre questões espirituais e por isso sua visão se mantem fechada, a própria falta de maturidade espiritual, entre outras razões.

Irmãos sem visão espiritual não vamos conseguir discernir questões do fim dos tempos, toda hora vemos na internet e nos jornais notícias sobre vários assuntos que tem relação com o estabelecimento do reinado do anticristo e se não soubermos enxergar essas questões como elas realmente são não estaremos aptos em nos preparar para o que estar por vir e muito menos teremos condições de alertar irmãos em Cristo que assim como o servo de Eliseu não consegui enxergar o mundo espiritual, somente as circunstâncias ruins a sua volta. Que o Senhor Jesus hoje possa abrir os seus olhos e que sua noiva possa se encontrar apta e preparada para o Seu Dia que se encontra cada vez mais próximo.

4 – O Mundo Celestial é dividido em níveis ou dimensões

“Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu. E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar.” 2 Coríntios 12:1-4

Um aspecto sobre o mundo espiritual que pouco se estuda está contido nesse texto de 2 Coríntios onde o Apóstolo Paulo relata sua experiência de arrebatamento onde foi levado ao terceiro céu e lá teve visões e revelações do Senhor. Perceba um detalhe no relato de Paulo, ele fala sobre TERCEIRO CÉU, ou seja, se existe um terceiro céu é porque há outros níveis (primeiro e segundo).  Dentro do cristianismo se entende que há os 3 níveis de céus já citados, mas dentro do Judaísmo existem mais dimensões ou níveis celestiais. A figura abaixo ilustra bem essa ideia.

Cada dimensão celestial desempenha uma função específica ou serve de morada a algum grupo de anjos, por exemplo, no segundo céu segundo alguns estudiosos é onde parte dos anjos caídos estão presos, até o dia final onde serão libertos para receber o julgamento de Deus. Quando estudamos a questão da queda de Lúcifer e os anjos que o seguiram com profundidade percebemos que nem todos os anjos caídos foram precipitados na terra, uns estão aprisionados em dimensões espirituais outros estão atuando no mundo influenciando a humanidade e levando o caos a todo canto da terra.

Satanás é o único caído que consegue transitar nas dimensões físicas da terra quanto na dimensão espiritual do céu, mesmo depois de sua rebelião. Observe o texto a seguir:

“E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles. Então o Senhor disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor, e disse: De rodear a terra, e passear por ela.” Jó 1:6,7

Aqui entendemos um princípio espiritual muito importante, Satanás se apresentou juntamente com os outros anjos (filhos de Deus) perante o Senhor. Já pensaram na razão pela qual Satanás ainda tem acesso aos céus? Já havia acontecido a queda de Satanás e de seus anjos, mesmo assim ele ainda se apresenta a Deus juntamente com os outros anjos. Uma das funções de Satanás é nos acusar, e ele faz isso diante de Deus querendo nos imputar culpa. Porém Jesus é o nosso advogado e o preço pago para termos essa defesa foi pago com sangue na cruz do calvário. Um outro princípio espiritual que aprendemos ao lermos esses versículos em Jó é que Satanás estava rodeando a terra e passeando nela, ou seja, ele tem acesso a dimensão física assim como tem acesso a dimensão espiritual. O acesso de Satanás aos céus terá fim quando acontecer uma nova batalha entre Miguel liderando o exército de Deus e Satanás com seus anjos descritos em apocalipse conforme lemos a seguir:

“E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; Mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.” Apocalipse 12:7-9

A Bíblia não cita em que dimensão espiritual vai acontecer essa batalha, mas cremos que ela se dará no segundo céu, pois há o envolvimento de outros anjos nessa peleja, além do próprio Satanás.

5 – Há batalha espiritual quando oramos

“E me disse: Daniel, homem muito amado, entende as palavras que vou te dizer, e levanta-te sobre os teus pés, porque a ti sou enviado. E, falando ele comigo esta palavra, levantei-me tremendo. Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia.” Daniel 10:11-13

Esse texto impactante do livro de Daniel deveria estar em nossas mentes toda vez que entramos em nosso quarto, nos ajoelhamos e levamos nossas petições a Deus em oração. Aqui fica claro o que acontece no mundo espiritual quando fazemos a oração que agrada a Deus, ela é ouvida imediatamente. No caso de Daniel que ficou 21 dias em oração, o anjo revela que sua oração foi ouvida desde o primeiro dia, mas aconteceu algo durante esses 21 dias. O anjo designado a trazer a responde das orações de Daniel foi impedido pelo “príncipe da Pérsia”, esse príncipe na verdade era um principado, um demônio territorial que atuava no local conhecido como Pérsia, esse demônio era tão poderoso que foi necessário a intervenção de Miguel para que a oração de Daniel fosse respondida.

A grande lição que precisamos tirar esse texto é que quando nossas orações são justas e mesmo assim parece que a coisa está demorando muito pra acontecer, pode ser que esteja acontecendo uma batalha no mundo espiritual em função daquilo que você orou. Nem sempre a “demora” em recebermos uma resposta de Deus está relacionada com o tempo apropriado para que ela chegue, mas sim com uma batalha que está acontecendo e nós muitas das vezes não estamos atentos a isso.

Conclusão:

O estudo de hoje teve como objetivo trazer a nossa mente elementos importantes quando falamos do mundo espiritual. Ser um cristão sem ser alguém espiritual é o mesmo que sermos meros religiosos preocupados com a lei, assim como eram os religiosos da época de Jesus (Fariseus) que eram extremamente legalistas e completamente cegos espirituais.

A importância de entendermos melhor o mundo espiritual nos capacitará a entender os eventos relacionados aos acontecimentos do fim. Sem isso ficará muito difícil discernir aquilo que é atuação do inimigo de nossas almas e o que não é. Não se esqueça que a nossa batalha não é contra a carne e o segue, mas contra principados, potestades e dominadores do ar.

Minha oração é para que Deus abra sua visão e seu entendimento para que possamos combater o bom combate. Deus abençoe ricamente a sua vida.

 23 total views,  1 views today

5/5 - (1 vote)

elmar_ricardo

Servo do Senhor Jesus que tem a missão de trazer luz e esclarecimentos a todos que queiram entender melhor a palavra de Deus e os sinais do final dos tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.