• Qui. Abr 22nd, 2021

Voz no Deserto

Conhecendo a Palavra de Deus aplicada aos últimos tempos

A última tentação da Humanidade

Byelmar_ricardo

Dez 9, 2020

Texto Base: Mateus 4:1-11

 

Introdução:

A humanidade está vivendo um período muito singular em sua história. A ciência nunca esteve tão avançada como agora, a tecnologia nunca esteve tão desenvolvida. O conhecimento nunca esteve tão avançado. Ao mesmo tempo em que esses fatores se tornam muitas das vezes em vantagem, há também a contra partida de tudo isso. Se por um lado a humanidade tem se desenvolvido de forma espantosa por outro ela também tem se corrompido, tem desejado alcançar e ser igual a Deus. No artigo de hoje falaremos um pouco sobre a última tentação da humanidade, aquela que tem levado muitos a se rebelarem contra Deus.

Quando falamos em rebelião contra Deus estamos nos referindo a 3 elementos nos quais os principais cientistas e tecnocratas do mundo estão buscando, a juventude eterna, a vida eterna nesse mundo e a ressureição dos mortos. Esses elementos estão relacionados com as três áreas de tentação que vamos estudar no artigo de hoje. A tentação do SER, a tentação do TER e a Tentação do PODER.

Quando falamos em juventude eterna, podemos nos lembrar dos inúmeros recursos que hoje as indústrias de cosméticos lançam no mercado, tratamentos diversos para te manter sempre com uma aparência jovial. Há também recursos que a elite globalista lança mão para se manter sempre jovem no qual trataremos em um estudo futuramente.

A busca pela vida eterna é algo que acompanha a humanidade desde os primórdios de sua história, o homem quer viver para sempre e quer fazer isso sem Deus. Com a evolução da medicina em diversos segmentos ao longo dos anos tem permitido um aumento significativo na expectativa de vida do homem, ou seja, o homem com os recursos da medicina moderna tem vivido mais.

No ramo da genética cientistas conseguem reproduzir e criar órgãos humanos, conseguem clonar animais e há estudos científicos voltados a arqueologia, onde o objetivo é encontrar DNA em algum fóssil animal já em extinção para juntar com o DNA de algum animal da nossa era com o objetivo de trazer esse animal extinto a vida novamente. Esses estudos estão sendo feitos por exemplo com o Mamute (parente do elefante moderno).

A humanidade sofre e tropeça em três tipos de tentações que o nosso Senhor Jesus sofreu quando esteve no deserto antes de começar seu ministério, mas que nunca caiu em nenhuma delas.  Quando analisamos Mateus 4:1-11 percebemos que existem 3 campos pelos quais somos tentados.

1 – A tentação do TER

“Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.”

Mateus 4:1-4

Jesus após passar por um jejum de quarenta dias e quarenta noites sentiu fome, era natural que buscasse algo para comer. A fome naquele momento se tornava uma necessidade e teoricamente uma brecha por onde Satanás viu uma oportunidade para fazer o nosso Senhor Jesus cair.

A primeira lição que podemos tirar aqui é que o nosso inimigo nos observa e espera o momento certo para nos atacar naquela área em que mais estamos fragilizados. No exemplo de Jesus ele estava com fome e Satanás tentou induzi-lo a TER os pães e matar a sua fome. Jesus poderia ter transformado as pedras em pães e ter matado sua fome? Sim, poderia, mas esse não era o propósito do seu jejum, o propósito era uma preparação espiritual para o início de um ministério.

Outra lição que podemos tirar dessa passagem está relacionada com o TER em si. Nós estamos o tempo todo querendo alguma coisa, um carro novo, uma casa, um marido, uma esposa, não que essas coisas não sejam importantes, mas não podemos nos esquecer do nosso verdadeiro propósito e chamado como filhos de Deus nessa terra. Muitas das vezes TER alguma coisa em nossa vida pode significar nossa queda, o desviar de foco da palavra de Deus e como já foi dito, o inimigo nos observa e entende o momento em que deverá nos atacar.

2 – A tentação do SER

“Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra. Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.”

Mateus 4:5-7

A segunda tentação pelo qual Jesus passou está relacionada a questão do SER. Satanás questiona a divindade de Cristo toda vez que fala “Se tu és o Filho de Deus…”. Aqui Cristo está sendo “provocado” para tentar a Deus e mostrar para todos quem Ele realmente é.

Muitos tem caído nessa tentação, é fácil querer mostrar aos outros QUEM nós somos. Se temos um cargo importante queremos mostrar pra todos nossa “importância”. Lembra da famosa carteirada? “Você sabe com quem você está falando?”, “Cuidado comigo porque sou filho de um desembargador” ou “Você agora está perdido comigo, meu pai é um Juiz…”. Não é difícil no mundo em que vivemos hoje as pessoas quererem ser mais do que são. Essa questão passa pela vaidade e soberba que pode estar enraizada em nossos corações.

Queremos mostrar pros outros que nossa vida é perfeita quando postamos em nossas redes sociais toda a nossa rotina com viagens internacionais, na academia, festejando com amigos em lugares distintos, enfim. Queremos mostrar pra todo mundo que somos importantes, que temos uma vida interessante, quando muitas das vezes a pessoa que posta toda sua vida em uma rede social vive de forma vazia, triste e com sentimento de inferioridade.

Talvez você se ache o melhor profissional na sua área, o melhor professor de EBD, o melhor pregador, o melhor escritor, enfim, talvez você SE ACHE. Lembre-se que Deus te deu talentos e dons para ser usado para servir.

Uma das características de nosso Senhor Jesus era a humildade, embora fosse Deus se fez carne e habitou em nós. Cristo em sua aparência e forma de vestir era igual a qualquer judeu da época, tanto que Judas quando traiu Jesus teve que identificá-lo para os soldados através de um beijo. Que possamos hoje ter a humildade de Cristo e seguindo seu exemplo deixarmos de lado nosso EU.

3 – Tentação do PODER

“Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás. Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam.”

Mateus 4:8-11

Finalmente na terceira e última tentativa satanás oferece todos os reinos do mundo a Cristo na condição do nosso Senhor Jesus se curvar a adorá-lo. Aqui está última tentação da humanidade que escolheu se curvar ao diabo para ter fama, sucesso, dinheiro e poder.

O nosso mundo é controlado por uma elite globalista composta essencialmente por 13 famílias comportas por: Rothschild (Bauer ou Bower), Bruce, Cavendish (Kennedy), De Medici, Hanover, Habsburgo, Krupp, Plantagenet, Rockefeller, Romanov, Sinclair (St. Clair), Warburg (del Banco) e Windsor (Saxe-Coburg-Gothe). Elas teriam uma forte influência não só financeira, como também política.

Essa estrutura de poder e influência se estende em todos os segmentos da sociedade. Esses globalistas trabalham para estabelecer o governo do anticristo aqui na terra. Eles preparam o mundo para esse momento profético. Todas essas pessoas se prostraram e adoraram o diabo, são seus servos e como tal eles têm (provisoriamente) os reinos do mundo e sua glória.

Como o objetivo desses globalistas é o domínio do mundo e levar as pessoas a adorarem o diabo, elas exercem suas influências em artistas, cantores, atores, políticos, militares, etc. Todos trabalham em função de uma agenda que tem por objetivo implementar ações que estão transformando o mundo como um todo e preparando as bases para o estabelecimento da Nova Ordem Mundial.

O mundo tem se curvado ao diabo em troca das glórias dos reinos. Essa certamente é a última tentação da humanidade que está levando o homem a corromper tudo que Deus criou, a natureza e o próprio homem. Dentro dos avanços científicos e tecnológicos citados no início do artigo e a busca do homem pela imortalidade nos deparamos com questões com o transhumanismo no qual o homem tenta ser igual a Deus.

Conclusão:

A experiência da tentação de Cristo deve servir de parâmetro para nós servos do Deus Altíssimo nos munir de todo o discernimento espiritual para que não venhamos a cair em nenhuma dessas ciladas que o diabo poderá armar contra nós. Esteja desperto, conheça as armas que o inimigo possa estar usando contra você. Não se vence uma guerra sem conhecer a si mesmo e ao seu inimigo.

Deus abençoe ricamente e até o próximo artigo.

 

 

 70 total views,  1 views today

elmar_ricardo

Servo do Senhor Jesus que tem a missão de trazer luz e esclarecimentos a todos que queiram entender melhor a palavra de Deus e os sinais do final dos tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.