• Qui. Abr 22nd, 2021

Voz no Deserto

Conhecendo a Palavra de Deus aplicada aos últimos tempos

O Cristão e as Sociedades Secretas

Byelmar_ricardo

Dez 28, 2020

Texto base: Apocalipse 6:1-2; Daniel 9:27

Introdução:

Talvez um dos assuntos mais desconhecidos e enigmáticos para a igreja seja o das sociedades secretas. Ter esse conhecimento vai te permitir interligar alguns pontos com relação a alguns fatos da história e da nossa sociedade atual, bem como entender determinadas crenças e ritos existentes em diversas áreas e suas influências no mundo.

O primeiro grande entendimento que temos que observar é que existem inúmeras sociedades secretas espalhadas pelo mundo e agindo pelas sombras, influenciando e moldando muito do que temos hoje na nossa sociedade. Nesse artigo não temos a pretensão de esgotar esse assunto por se tratar de um tema denso e com muitos detalhes falaremos brevemente sobre algumas sociedades mais famosas.

1 – Ordem dos Templários

Fundada em 1118, a Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão foi a sociedade secreta mais pop e poderosa da Idade Média. O objetivo da ordem era proteger peregrinos que faziam viagem até a Terra Santa, garantindo a segurança no trajeto entre Jerusalém e Europa. A tropa de elite, subordinada à Igreja Católica, era formada por homens de Deus: além de votos de pobreza, castidade e obediência, os frades que integravam a ordem juraram também defender os lugares sagrados da cristandade e, se necessário, liquidar os infiéis.

A causa aparentemente “nobre” não demorou a desandar: em 1139 uma bula papal isentou os templários da obediência às leis locais e o poder logo subiu à cabeça. A série de abusos foi relevada até o grupo cometer um erro imperdoável: a perda da Terra Santa, reconquistada pelos muçulmanos. Com a expulsão dos cristãos do solo sagrado em 1303, os templários entraram na mira do papa Clemente V que, junto do rei da França, Filipe, o Belo, conspirou para a destruição da Ordem do Tempo Ordem do Templo. Em 13 de outubro de1307, a maioria dos templários foi presa. Em 1312 foi extinta definitivamente – ou, pelo menos, supõe-se que assim tenha sido: há quem defenda que alguns frades teriam reconstruído secretamente a ordem.

Por influência dessa sociedade secreta existem diversos mitos e lendas sobre seus tesouros perdidos ao longo do tempo, documentos secretos da Igreja Católica entre outros. Não há dúvidas que essa sociedade fortaleceu por muito tempo o poder e influência da Igreja Católica que perdura até hoje e desempenha um papel importante no cumprimento das profecias escatológicas do final dos tempos.

2 – Maçonaria

Maçonaria consiste em organizações fraternas que remontam às fraternidades locais de pedreiros que, a partir do final do século XIV, regulamentavam as qualificações de sua profissão e sua interação com autoridades e clientes. Os graus de maçonaria mantêm os três graus das guildas de artesanato medieval, os de “aprendiz”, “companheiro” e “mestre maçom”. Ao candidato desses três graus é progressivamente ensinado os significados dos símbolos da maçonaria e é confiado a cumprimentos, sinais e palavras para indicar a outros membros que ele foi iniciado.

Os graus são parte da moral alegórica da organização, cujos membros são conhecidos como maçons. Existem graus adicionais, que variam de acordo com a localidade e jurisdição, e geralmente são administrados por seus próprios órgãos (separados daqueles que administram os graus de Ofício).

A unidade organizacional básica local da maçonaria é a loja, que geralmente é supervisionada em nível regional (geralmente em conjunto com um estado, província ou fronteira nacional) por uma obediência. Não existe uma Grande Loja internacional que supervisiona toda a maçonaria; cada obediência é independente e não se reconhece necessariamente como legítima.

A maçonaria moderna consiste em dois grupos principais de reconhecimento. A maçonaria regular insiste em que um volume de escrituras seja aberto em uma loja de trabalho, que todos os membros professem crer em um Ser Supremo (chamado de O grande arquiteto do Universo), que nenhuma mulher seja admitida (embora, em algumas jurisdições, aqueles que fazem a transição para mulheres após o início possam permanecer) e que a discussão sobre religião e política seja proibida. A maçonaria continental é agora o termo geral para as jurisdições que removeram parte ou todas essas restrições.

A influência dessa sociedade secreta é grande, inúmeros “membros ilustres” fizeram parte da mesma ocupando muitas das vezes lugares de destaque como por exemplo Benjamin Franklin, George Washington, José Bonifácio, Patriarca da Independência, foi o primeiro grão-mestre da instituição no país; D. Pedro I, Rui Barbosa, marechal Deodoro da Fonseca e Joaquim Nabuco também compartilharam o título.

No âmbito espiritual há também uma série de pontos que não iremos tratar nesse momento, que trás a essa sociedade secreta mais mistérios como suas simbologias, crenças no “Grande Arquiteto do Universo”, rituais e influências também na Igreja, sim, existem pastores evangélicos que também fazem parte da Maçonaria e traz elementos de suas crenças pra dentro do Cristianismo, deformando assim o evangelho puro.

3 – Os illuminatis

Contra a Igreja e a monarquia, a Ordem dos Iluminados, ou simplesmente Illuminati, já surgiu ~causando~. Fundada em 1776 pelo alemão Adam Weishaupt, sua missão era libertar o mundo do que ele chamava de “dominação jesuíta da Igreja em Roma”. Weishaupt formou um grupo de conspiradores que deveria trazer de volta a pura fé dos mártires cristãos.

Os cinco iniciados passaram a espalhar a doutrina pela Alemanha, o que não agradou nadinha o governo. Os Illuminati passaram a sofrer repressão e Weinshaupt acabou fugindo do país em 1784, colocando um ponto final na trajetória da polêmica organização. Ou não. Há quem acredite que os Illuminati estão por aí, ainda atuantes, e trabalhando por debaixo dos panos para instituir um governo global chamado de Nova Ordem Mundial.

 

4 – Skull e Bones

 

A Skull and Bones (Crânio e Ossos, em português) é uma sociedade secreta estudantil dos Estados Unidos, fundada em 1832. Foi introduzida na Universidade Yale por William Huntington Russell e Alphonso Taft em 1833.

Entre 1831 e 1832, Russell estudou na Alemanha, onde supostamente teria sido iniciado em uma sociedade secreta alemã, a qual teria inspirado a criação da Skull and Bones. Tal hipótese foi confirmada durante obras realizadas no salão de convenções da Skull and Bones. A sociedade foi incorporada pela Russell Trust Association, em 1856. Em 1846, Russell tornou-se membro da assembléia do estado de Connecticut e, em 1862, foi nomeado general da guarda nacional.

Alphonso Taft tornou-se ministro da guerra em 1876, e depois Vice-general e embaixador dos Estados Unidos na Rússia, em 1884. Seu filho, William Howard Taft, tornou-se mais tarde magistrado e depois presidente dos Estados Unidos. Yale é a única universidade com sociedades secretas onde são admitidos somente seniores, quer dizer antigos alunos. As duas outras são Scroll and Key (“Chave e Pergaminho”) e Wolf’s Head (“Cabeça de lobo”).

Os candidatos são exclusivamente homens brancos, protestantes, e são originários habitualmente de famílias muito ricas. Frequentemente, seus pais já eram membros da ordem. No último ano de estudo, são denominados cavaleiros.

Há hipóteses de conexões da Skull And Bones com a CIA, Illuminati, Bilderbergers e com a Maçonaria. Seus ritos secretos foram denunciados em uma ocasião por um jornalista americano que se infiltrou em uma cerimônia e conseguiu filmar parte do que acontece lá dentro.  Essa sociedade secreta também possui membros ilustres e influentes no mundo todo, como os ex presidentes americanos George W. Bush (pai e filho), ex senador americano John Kerry e outros.

Um detalhe sobre essa sociedade secreta está relacionada com o número 322 no seu símbolo.  Esse número tem relação com o livro de Gênesis Capítulo 3 versículo 22 parte A que diz,  “Então disse o Senhor Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal…”, ou seja, os membros dessa sociedade se consideram um “igual a Deus”, um “iluminado” conhecedor do bem e do mal.

5 – Rosacruz

Na Idade Média, a Inquisição não perdia a chance de jogar na fogueira quem ousasse questionar os dogmas católicos. Para evitar esse destino, os integrantes da Rosacruz preferiram não arriscar e fizeram valer o título de “sociedade secreta”. Interessados em descobrir mais sobre os profundos mistérios religiosos, os membros da Rosacruz recorriam às mais diversas fontes – gnosticismo (buscando o conhecimento à margem do que dizia a Igreja), a cabala (misticismo judaico), o esoterismo islâmico e também na filosofia, mitologia egípcia, astrologia e alquimia.

Envolta por mistérios, as origens da organização permanecem incertas até os dias de hoje. Enquanto alguns afirmam que sua criação data do ano 46, na Alexandria, a teoria mais famosa liga o surgimento da sociedade ao monge Christian Rosenkreuz, nascido em 1378, na Alemanha. Ao que tudo indica, aos 16 anos, ele viajou ao Oriente Médio e estudou diferentes artes ocultas.

Para celebrar seus rituais secretos, ao voltar para a Alemanha, Rosenkreuz construiu a Spiritus Sanctum, a “Casa do Espírito Santo”.

Quando a sua tumba foi encontrada, 120 anos depois de sua morte, o pastor luterano Johann Andra e retomou as atividades da Rosacruz.

Apesar de muitos acreditarem que tudo não passa de uma lenda, muitas sociedades atuais se baseiam no valor simbólico da história: as andanças pelo mundo e a incorporação de elementos de várias tradições aludem à chamada Religião Universal da Sabedoria – que prega a tolerância religiosa, a harmonia e a paz.

Conclusão:

Poderia continuar citando diversas sociedades secretas, mas acredito que você já tenha entendido o ponto em questão. As sociedades secretas bem como outras iniciativas no mundo trabalham com um objetivo. Preparar o mundo para a chegada do anticristo.

Ao se aprofundar um pouco mais nos estudos da geopolítica e da escatologia você irá perceber que um dos ideais dos globalistas no poder é levar a humanidade a ter uma religião única bem como uma economia mundial única o que fará com que o mundo se torne um local apropriado para o governo do anticristo.

Em apocalipse 6:1-2 lemos:

E, havendo o Cordeiro aberto um dos selos, olhei, e ouvi um dos quatro animais, que dizia como em voz de trovão: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer.

O cavalo branco aqui descrito se refere ao próprio anticristo que vai se apresentar ao mundo com um discurso de paz, ou seja, na primeira parte da tribulação (3 anos e meio) o anticristo será um pacificador, um homem que trará soluções para muitos problemas da humanidade e muitos o receberão como “o messias”. E no Livro de Daniel 9:27 percebemos que o anticristo fará um acordo com muitas nações (acordo de paz) o que fará com que ele tenha um destaque mundial e se torne um governante mundial.

A ideia central aqui é entendermos que somos governados por líderes mundiais que possuem crenças diversas e essas crenças estão na maioria das vezes ligadas a alguma sociedade secreta. Sociedades essas que vem moldando nossa forma de pensar e agir de forma sutil. Nossa sociedade é influenciada 100% do tempo por essas crenças.

Qual a importância do Cristão estar ciente sobre as sociedades secretas?

1 – Pra saber se posicionar

2 – Para interceder pelo mundo sabendo exatamente o que acontece no mesmo e suas influências

3 – Para entender como os globalistas pensam, creem e governam o mundo

4 – Para ter discernimento em relação ao que acontece no mundo

Não devemos temer o que essas sociedades secretas fazem, devemos sim estar prontos para combater o bom combate levando a mensagem da Cruz para o mundo, sendo sal e luz.

Deus abençoe ricamente a sua vida.

 53 total views,  1 views today

elmar_ricardo

Servo do Senhor Jesus que tem a missão de trazer luz e esclarecimentos a todos que queiram entender melhor a palavra de Deus e os sinais do final dos tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.