• Qua. Mai 12th, 2021

Voz no Deserto

Conhecendo a Palavra de Deus aplicada aos últimos tempos

Quando a Adversidade é a falta de Recursos

Byelmar_ricardo

Nov 13, 2020

Texto base: II Reis 4:38-41

Introdução:

No tempo do profeta Eliseu foi um tempo em que houve muita fome em Israel. Essa crise que se abatia no povo era fruto de seus pecados. Podemos entender essa fome como sendo o juízo de Deus sobre o povo.

Naqueles dias Eliseu voltou para Gilgal e encontrou ali um grupo de profetas, que se assentaram na sua presença afim de aprender mais sobre a palavra de Deus. Diante de um cenário de falta de recursos com o decorrer do tempo, eles presenciaram a realização de um verdadeiro milagre conforme lemos no texto base.

Essa passagem de Eliseu nos ensina algumas lições:

1 – Existe uma fome no mundo que o homem não é capaz de saciar

O cenário de Israel era de muita escassez, e vimos que a fome que existia naquela época era fruto de pecado. O mundo hoje tem fome da palavra de Deus e busca saciar essa fome das mais variadas maneiras como bebidas, drogas, etc. mas independente da forma como o homem tente saciar a fome de sua alma, ela permanece porque só Deus tem o poder de transformar e saciar a alma humana.

Compete a nós como Igreja de Cristo (noiva do Cordeiro), realizarmos a nossa parte que é ensinar a palavra de Deus aqueles que ainda estão com fome espiritual. Mais do que ensinar a palavra nós precisamos, como igreja, aprender a viver a palavra em sua plenitude.

O maior testemunho que podemos dar como noiva de Cristo é uma vida vivida de forma plena na Palavra de Deus.  Aquilo que nós fazemos como Igreja falam mais ao mundo do que aquilo que falamos. Infelizmente a forma como vivemos o evangelho muitas das vezes afasta mais as pessoas de Cristo do que aproxima. Como podemos, pois, levar a diante a missão que Cristo nos deu se nossa vida não reflete o amor genuíno ensinado por Ele?

2 – Enxergar além de uma circunstância ruim

Eliseu estava ensinando a Palavra de Deus quando em um certo momento percebeu que aqueles que estavam com ele sentiam fome. E mandou que seu empregado pusesse uma panela grande no fogo para prover a fome das pessoas ali presentes. (II Reis 4:38).

Perceba que o pedido de Eliseu foi por uma panela grande. Diante do cenário de fome em que se encontravam, Eliseu confiava que Deus iria suprir suas necessidades naquele momento de forma abundante.  Aqui aprendemos que a nossa vida não deve ser pautada em circunstâncias e sim no poder de Deus e seu amor. Enxergar além das circunstâncias requer de nós fé e maturidade cristã. São em momentos de crise que Deus testa nossa fé, são em momentos de crise que o nosso carácter cristão é forjado. Iremos desfalecer diante de uma circunstância ruim ou vamos seguir em frente e confiar na provisão de Deus em nossas vidas?

3 – Use os recursos que você tem e Deus fará o resto

Ao ouvir o pedido de Eliseu, um profeta saiu para o campo a fim de apanhar ervas, mas no caminho encontrou uma trepadeira que davam umas frutas amargas, muito provavelmente essas frutas eram tudo que ele tinha como recurso naquele momento para saciar a fome das pessoas ali presentes. (II Reis 4:39)

Mesmo sem saber o que eram exatamente aquelas frutas, elas eram o recurso disponível naquele cenário de escassez, ou seja, use aquilo que Deus já te deu como recurso diante de um momento difícil em que estiver enfrentando. Exemplo: Se estiver passando por um momento de desemprego diante do nosso cenário de covid-19, procure o recurso que Deus já te deu e use a seu favor. De repente você tem facilidade para fazer lanches, pode usar esse recurso para ganhar algum dinheiro e prover seu sustento. Mesmo em circunstâncias adversas, Deus já nos capacitou com recursos no qual Ele mesmo fará a obra necessária em nossas vidas. Diante de um cenário difícil nós precisamos aprender a fazer a nossa parte. Deus operou um milagre nessa passagem de Eliseu, mas antes foi necessária de Eliseu ao mandar pegar uma panela grande e ação do profeta que foi a campo acessar o único recurso disponível naquele momento.

Qual recurso que você está precisando nesse momento para saciar sua “fome”?

Lembre-se que é necessário: Fé + Ação.

4 – O veneno pode estar dentro das Igrejas

O cozido foi feito e servido para os profetas se alimentarem, mas assim que eles o provaram sentiram que o alimento estava envenenado. (II Reis 4:40)

Quando permitimos como igreja de Cristo que coisas como religião, métodos, dogmas, usos e costumes se tornem mais relevantes que a palavra de Deus puramente, permitimos que entre em nosso meio um veneno que vai correr nossas vidas e muitas das vezes nos cegar para uma realidade espiritual que dificilmente vamos enxergar.

O mundo em que vivemos hoje está em transformação. Estamos vivendo hoje o “princípio das dores” descritas em Mateus 24:1-8. Eventos como covid-19, acordos de paz celebrados com Israel, imposição muito em breve de uma vacina contra o covid, perda de nossa liberdade com leis que estão sendo aprovadas no mundo todo são só alguns exemplos de fatos que estão acontecendo no mundo, mas que muitas das vezes por estarmos impregnados com “algum alimento venenoso” como a religiosidade, não conseguimos enxergar com olhos espirituais tudo que está a nossa volta e está acontecendo de forma acelerada.

Se estamos contaminados não conseguimos ser relevantes espiritualmente, nossas orações são as mesmas e não pedimos por aquilo que realmente o mundo que tem “fome” precisa pra se alimentar.

Precisamos entender que nossa missão nesse mundo é incomodar as trevas e só conseguimos fazer isso se estivermos vivendo uma vida livre de religiosidade e mais espiritualidade.

Precisamos entender que estar todo domingo no culto da manhã e da noite não te faz um Cristão verdadeiro se o seu coração estiver cheio de veneno.  Estamos vivendo um tempo em que cada vez mais a volta do Senhor Jesus se mostra mais próxima. Diante disso como tem sido minha relevância no mundo? Tenho sido sal e luz? Estou realmente pronto para as coisas que estão por vir? Lembre-se que “princípio de dores” são ainda as dores iniciais do parto, mas com o passar do tempo as dores se intensificam.

Precisamos estar alerta aos sinais para que a nosso amor não se esfrie. (Mateus 24:12)

Há muito o que se fazer, mas se não estivermos despertos como a verdadeira igreja de Cristo não conseguiremos saciar a fome do mundo.

Conclusão:

Peça ao Senhor para te mostrar que tipo de veneno você precisa se livrar para enxergar e ter relevância no mundo espiritual. Mais do que isso, peça para que Ele te use como sal e luz em um mundo mergulhado nas trevas. Estamos aqui para “combater o bom combate”. (II Timóteo 4:7)

Mas como poderemos combater se não conhecemos nosso inimigo? Se não entendermos quais são suas armas? E como essas armas estão sendo usadas nos dias de hoje?

Deus abençoe ricamente.

Ficou com dúvidas? Então faça parte do nosso grupo do Telegram.

Você terá acesso a mais conteúdos e vídeos sobre diversos temas. Clique na imagem abaixo e seja bem vindo 

 

 256 total views,  2 views today

elmar_ricardo

Servo do Senhor Jesus que tem a missão de trazer luz e esclarecimentos a todos que queiram entender melhor a palavra de Deus e os sinais do final dos tempos.

One thought on “Quando a Adversidade é a falta de Recursos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.